Casanova Perdeu A Virgindade Com Duas Mulheres


"― Ébrio por ter provado pela primeira vez na vida uma doçura tão grande, abandonei suavemente a presa, a fim de render nova homenagem dos meus ardores à outra irmã. Estava imóvel, deitada de costas como uma pessoa que dorme um sono tranquilo e profundo. Avizinhei-me prudentemente, fingindo temer despertá-la, e percebi que era noviça como a irmã. E tão logo um movimento bem natural levou-me a crer que o amor aceitava a oferenda, julguei chegar o momento de consumar o sacrifício."
(Memórias de Casanova, Parte I, Cap. V)

Comentários